8 passos para melhorar a autoestima

0
87
melhorar a autoestima
Qual a história que você tem contado a você mesmo?

Deixe-me perguntar… qual é a história que você está contando pra você mesmo? O que você tem feito para melhorar a autoestima?

Você é única e especial! Isso mesmo! Você é! E nunca, mas nunca mesmo se sinta menos do que isso.

Quando se trata de sua autoestima, apenas uma opinião é válida para a sua vida – a sua própria.

Mas deve ser cuidadosamente usada, pois a gente tem uma mania, a de sermos os nossos críticos mais severos.

E algumas pessoas vivem procurando por alguma prova que valide suas crenças autolimitantes.

E normalmente as pessoas se julgam e se condenam a uma vida de autocrítica.

8 passos para melhorar a autoestima

  1. Esteja sempre atento

A gente não pode mudar algo se a gente não reconhecer que há algo para ser mudado. E quando simplesmente tomamos consciência da nossa fala auto negativa, começamos a nos afastar dos sentimentos que ela traz.

Não acredite em tudo o que você pensa. Os pensamentos são apenas pensamentos.

Quando a autocrítica bater na sua porta, pense gentilmente no que está acontecendo.

Afinal, isso são só pensamentos e não fato, combinado?

  1. Mude a história

Que tal você começar com afirmações mais positivas sobre você? E repita elas todos os dias.

A maioria de nós tem uma história que criamos de nós mesmos que dão forma as nossas autopercepções da qual baseamos a nossa autoimagem.

E para mudarmos essa história, temos que tomar consciencia de onde veio e onde recebemos as mensagens que nós mesmos contamos.

De quem será as vozes que estamos internalizando?

Pensamentos automáticos, aqueles negativos que vem a mente , como por exemplo, “você é feia”, “você está gorda”, podem aparecer com tanta frequencia que isso pode fazer você acreditar que são afirmações verdadeiras.

Esse tipo de pensamento são aprendidos. Que tal você começar com afirmações mais positivas sobre você? E repita elas todos os dias.

  1. Evite ficar fazendo comparações

Você precisa começar a praticar duas coisas na sua vida: praticar a aceitação e parar de ficar se comparando com os outros.

Somos todos diferentes uns dos outros, todos temos qualidades e defeitos, mas ficar comparando seus defeitos com as qualidades dos outros, você deixa de ver as suas próprias qualidades.

As redes sociais escondem muita coisa por trás de toda a alegria ali postada. A vida das pessoas não é esse mar de rosas que vemos.

Essas comparações só nos levam ao estresse e a ansiedade em ter uma vida falsa igual aquela que é postada.

E sentimentos de baixa autoestima afetam negativamente a sua saúde mental, e também outras áreas da sua vida, como seu trabalho, relacionamentos e saúde física.

  1. Sintonize seu canal de “rock star”

melhorar a autoestima
Todos nós temos pontos fortes e pontos fracos…você pode ser uma excelente cozinheira, mas tocar muito mal um violão.

Albert Einstein disse uma vez: “Todo mundo é um gênio. Mas se você julgar um peixe por sua habilidade de escalar uma árvore, ele viverá toda a vida acreditando que é estúpido.”

Todos nós temos pontos fortes e pontos fracos…você pode ser uma excelente cozinheira, mas tocar muito mal um violão.

Saiba quais são seus pontos fortes e os sentimentos de confiança que eles trazem pra você, principalmente quando surgirem momentos de dúvida.

É mais fácil você se autocriticar quando erra com algo, mas você nunca se lembra das suas qualidades, que oferecem uma perspectiva mais realista de você mesmo.

LEIA TAMBÉM: Como a autoestima ajuda em relacionamentos

  1. Fazer exercícios físicos

Alguns estudos mostram a relação entre praticar exercícios físicos e maior autoestima, além de contribuir para a saúde mental e física.

O exercício organiza o seu dia em torno do autocuidado.

Outras formas de se cuidar que tem efeito positivo na sua autopercepção são ter uma qualidade de sono e alimentação adequada.

  1. Faça voluntariado

melhorar autoestima
Fazer voluntariado ajuda a melhorar a autoestima

Fazer o bem traz sempre uma paz imensa para nós. Quando você é capaz de ajudar outra pessoa, isso te afasta dos seus problemas.

E ajudar também traz a sensação e o sentimento de orgulho para si, e assim fica mais fácil de reconhecer o seu valor.

Ajudar em um asilo, em um abrigo para desabrigados, um abrigo para animais, você está doando o seu tempo e estas são coisas que significam  dar valor não só aos outros, mas a você também.

  1. Praticar o perdão

Tem alguém na sua vida que você precisa perdoar? Uma pessoa da sua família? Um ex-parceiro? E até você mesmo!

Quando a gente mantém dentro de nós o ressentimento, a amargura, isso nos mantém preso em um ciclo de negatividade.

Perdoar aos outros e a si mesmo melhora a autoestima, talvez porque nos conecta a nossa natureza amorosa e promove a aceitação das pessoas, apesar das nossas falhas.

Faça esta meditação budista sobre perdão, que pode ser praticado a qualquer  momento:

“Se eu machucar ou prejudicar qualquer um, conscientemente ou inconscientemente, peço perdão. Se alguém me machucou ou prejudicou, conscientemente ou inconscientemente, eu os perdoo. Por maneiras de me machucar, conscientemente ou sem saber, eu ofereço perdão.”

  1. Você não é a sua circunstância

melhorar a autoestima
Reconhecer os seus valores e amar o seu “eu imperfeito” traz segurança e te afasta do medo do fracasso.

Nunca se esqueça que saber diferenciar sobre quem você é e as suas circunstancias é a chave para melhorar a sua autoestima.

Reconhecer os seus valores e amar o seu “eu imperfeito” traz segurança e te afasta do medo do fracasso.

Todos nós nascemos com potencial infinito e valor igual como seres humanos. Que somos menos, é uma falsa crença de que aprendemos ao longo do tempo.

Observação muito importante:

As informações contidas neste artigo são destinadas somente ao seu uso educacional e informativo.

Não reflete necessariamente as opiniões da página Ser Feliz Agora e seus escritores; e não é um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento.

Procure sempre o conselho de seu médico ou outros profissionais de saúde qualificados com quaisquer perguntas que você possa ter sobre uma condição médica e antes de fazer qualquer dieta, suplemento, fitness ou outro programa de saúde.