10 coisas que você deve fazer para ter um relacionamento duradouro

0
119
Vamos falar sobre relacionamento duradouro?

Minhas amoras e meus amores, todos nós queremos um relacionamento duradouro, não é mesmo?

Este vai ser um artigo para te ajudar a construir um relacionamento duradouro.

Mas como nós aprendemos a construir relacionamentos amorosos? E onde foi que nós aprendemos ?

Para se construir um relacionamento duradouro, existe uma arte e ciência para isso.

As dicas que você vai ver aqui são dicas indispensáveis para que você coloque em prática em seu relacionamento amoroso, mas com pequenas modificações, você pode aplicar em suas amizades, em família e até em relacionamentos de trabalho.

O que você deve fazer para ter um relacionamento duradouro?

Aprenda a separar os sentimentos dos fatos

Nós costumamos carregar de outros relacionamentos crenças e sentimentos que desencadeiam ações durante conflitos, não é mesmo?

Então, sempre se pergunte se algo do seu passado está influenciando na forma como você está vendo a situação atual.

Reflita sempre: isso é sobre ele ou ela, ou a coisa está comigo? Qual é a real?

Quando você consegue diferenciar os sentimentos dos fatos, você vai enxergar o seu parceiro com mais clareza e os conflitos entre vocês ficam mais fáceis de serem esclarecidos.

Desenvolva a compaixão 

relacionamento duradouro
Tenha compaixão com seu parceiro

Vamos combinar uma coisa? Você não gosta de ser julgada, não é mesmo?

Por que então você julga seu parceiro? Ok, parte sua pode julgá-lo, mas você não pode tornar isso um hábito.

Julgar só vai fechar portas. Você só vai passar a ver as atitudes que não te agrada e nunca vai ver o bem no parceiro.

E você sabe me dizer qual o oposto de julgar? É a compaixão!

Quando você se torna compassiva, você se torna mais aberta, mais conectada e mais disponível para conversar com respeito.

E quanto mais você passar a ver seu parceiro com outros olhos, você vai poder escolher a sua resposta ao invés de apenas explodir na hora e se arrepender depois.

Dê valor as diferenças entre vocês 

As diferenças entre vocês não são negativas. Não é porque você gosta de lanche sem queijo que seu parceiro também não precise comer sem.

Você não precisa de um relacionamento com uma pessoa que goste exactamente das mesmas coisas que você e que tenha seus mesmos pontos de vista.

Às vezes podemos ter medo de que essas diferenças sejam incompatibilidades, mas, de fato, são muitas vezes o que mantém um relacionamento excitante e cheio de momentos felizes.

Diga as “coisas difíceis” do amor

Tenha consciência das coisas difíceis das quais você não está falando.Como você se sente?

Não importa o que você está sentindo em uma situação, canalize a energia de suas emoções para que você diga o que você precisa dizer de forma construtiva.

Tenha tempo para seu relacionamento

Tenha tempo para seu relacionamento

Não importa quem você é ou o que seu trabalho é, você precisa nutrir seu relacionamento.

Sempre tenha tempo disponível para o bem-estar do seu relacionamento.

Com freqüência, crie um tempo sagrado e dedique-se ao seu amor.

Isso inclui deixar de lado seu computador, celular…enfim, as coisas tecnológicas.

Como um jardim, quanto mais você cuida do seu relacionamento, mais crescerá.

Crie um “nós” que pode abrigar dois “eu’s”

Os “eu’s” tem que se tornar nós

Em um relacionamento é importante existir os “eu’s” separados, mas estarem conectados.

Os relacionamentos em que há a co-dependência, cada um sacrifica uma parte dele ou dela mesmo, e isso não é benéfico para a relação.

Mas quando não há essa dependência, cada “eu” contribui para um “nós”, que se torna forte.

LEIA TAMBÉM: Os 10 benefícios trazidos pelos cães

Pergunte sempre 

Muitas vezes temos as nossas próprias interpretações sobre o que o comportamento do nosso parceiro significa.

Aposto que você já se pegou pensando que “ah, ele não me ama mais, parou de me agradar como sempre fez…”

Você precisa conversar com a pessoa, tentar entender o lado dela, pode ser que ela esteja passando por um momento difícil no trabalho e está estressada.

Igualmente importante é ouvir o que não está sendo dito – os fatos e sentimentos que você sente podem não ser ditos.

Idealize um ambiente seguro onde você confie e compartilhe sem medo 

Sabe aquela vontade de ir sair falando tudo, interrompendo o seu parceiro?

Pois, nunca interrompa, mesmo que você precise tapar a sua boca com a mão.

Não faça ameaças, não diga coisas que você possa se arrepender depois.

Sempre se desculpe quando você sabe que está errado.

E quando estiver muito, mas muito irritada, a melhor saída é pedir licença e encontrar um ambiente seguro para respirar e se acalmar.

Nunca se esqueça: seu parceiro não é seu inimigo para você sair descontando nele a sua raiva.

Conecte-se com várias partes de você mesmo 

relacionamento sério
Conecte-se ao seus vários “eu’s “

Nós não somos um instrumento solo. Cada um de nós é mais como um coral ou uma orquestra com várias vozes.

Pare e perceba: o que você está dizendo? O que o seu coração está falando para você? O que seu corpo tem te mostrado?

Pare e ouça cada parte sua…por exemplo, talvez sua mente está te dizendo : “Você precisa deixar ele ir embora”, mas seu coração diz : “ Não seja bobo! Você realmente o ama!”

Deixe essas diferentes vozes ou partes de você coexistir e falar umas com as outras.

Desta forma, você encontrará uma resposta que vem de todo seu ser.

Cure a você mesmo 

Muitas vezes nós esperamos que o nosso parceiro vá preencher aquele vazio que sentimos às vezes.

Mas para se ter  um bom relacionamento, é fundamental não colocar nas mãos do parceiro a responsabilidade que é sua.

Não espere que ele vá preencher seus “buracos emocionais”.

Cada um de nós é capaz de se curar desses vazios, combinado?

Dica Extra 

Seja gentil com vocês mesmos. Lembre-se: a mudança leva tempo e cada etapa conta.

Observação muito importante:

As informações contidas neste artigo são destinadas somente ao seu uso educacional e informativo.

Não reflete necessariamente as opiniões da página Ser Feliz Agora e seus escritores; e não é um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento.

Procure sempre o conselho de seu médico ou outros profissionais de saúde qualificados com quaisquer perguntas que você possa ter sobre uma condição médica e antes de fazer qualquer dieta, suplemento, fitness ou outro programa de saúde.